segunda-feira, 22 de maio de 2017

Curso Básico de Busca e Salvamento - SAR 005 em Londrina

Foto oficial da Turma Dell'Aglio - SAR005 - Londrina/PR
Quando é descrito um profissional que necessita abdicar-se de uma vida social mais ativa, de momentos importantes em família e basicamente viver dedicado àquilo que escolheu como meio profissional, logo imagina-se que essa é a descrição de um piloto, ou de um comissário de bordo, ou em geral a descrição de um profissional da aviação, mas e quando esses profissionais além de se abdicarem desses momentos, trabalham com um espírito único e altruísta, para que outros possam viver? São esses os verdadeiros anjos da Busca e Salvamento, homens e mulheres movidos pelo desejo de ajudar, arriscando-se ao adentrar nos mais desafiadores ambientes para Buscar e Salvar a vida de outros homens.

"Instrutores: 3º SG Elias Araujo, 1º SG Jéferson, 2º SG Zanotto e CP Marconi". FOTO: Luiz Porto
Foram esses homens que vieram a Londrina, entre os dias 15 e 19 de maio, ministrar, através do DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e do CINDACTA II (Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), o curso básico de Busca e Salvamento - SAR 005 que contou com uma turma composta de 201 alunos, entre estudantes do curso de Ciências Aeronáuticas da UNOPAR, Pilotagem Profissional de Aeronaves da UniCesumar de Maringá, equipes da Polícia Militar, Bombeiros, SAMU, militares do Exército Brasileiro e, também, outros alunos e profissionais da comunidade aeronáutica. O curso foi realizado no Auditório Alcides Bueno na Universidade Norte do Paraná – UNOPAR campus Piza e entrou para a história como a maior turma já registrada. 

"Turma composta de 201 alunos no Auditório Alcides Buenas/UNOPAR Piza" FOTO: Luiz Porto
Durante os 5 dias de curso, a disciplina de Busca e Salvamento explanou sobre a organização e funcionamento dos meios mais importantes que integram o serviço SAR (Search and Rescue), dividida por subunidades partindo da Origem da Busca e Salvamento, Documentações, SSISAR (Sistema de Busca e Salvamento), Organização do ARCC (Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico), sistema COSPAS-SARSAT e Incidente/Operação/Coordenação SAR ministradas pelos instrutores militares Capitão Marconi, 1º Sargento Jeférson, 2º Sargento Zanotto e 3º Sargento Elias Araújo.

Busca e Salvamento

De acordo com o que foi ensinado no curso, define-se Busca e Salvamento como um conjunto de ações relacionadas à localização de aeronaves, embarcações e seus ocupantes, resgate de tripulações e retorno à segurança dos sobreviventes, medidas para atenuar os efeitos das calamidades públicas e prestação de assistência, sempre que houver perigo de vida humana. 

A atividade teve início no Brasil após a criação do Ministério da Aeronáutica, em 1941, embora ainda não estivesse oficialmente organizado, as missões de busca e salvamento eram feitas por militares que voluntariamente se apresentavam para procurar e resgatar os tripulantes e passageiros das aeronaves acidentadas. 

Em consequência de um acidente com uma aeronave “Catalina” da Força Aérea, em 19 de novembro de 1947, na região pantanosa do Aquiqui no município de Porto de Moz – PA, foi organizada, no dia 16 de dezembro de 1950, em cada uma das Zonas Aéreas, um Serviço de Busca e Salvamento com a finalidade de localizar aeronaves desaparecidas e socorrer passageiros e tripulantes. 

Lições importantes

Várias lições importantes são ensinadas durante o curso, essas, baseadas na experiência adquirida durante a organização e execução das atividades de Busca e Salvamento na 2ª Guerra Mundial, elencado e divulgado pela 8ª Força Aérea Americana em um relatório com 13 lições aprendidas, tendo como base Lição número 1: “A Rapidez é Essencial”. 

"Exemplos de Balizas de Emergência (ELT, PLB, EPIRB, SSAS, etc)"
Outra importante lição deixada para a comunidade aeronáutica foi a importância de manter o registro das Balizas de Emergência, aparelhos que em caso de emergência emitem sinais em frequências específicas que auxiliam na rapidez das ações SAR. Ainda de acordo com o conteúdo ensinado no curso, cerca de 98% dos acionamentos de balizas são falsos/acidentais e a maioria não possui registro no sistema, dificultando o trabalho e retardando um possível acionamento das equipes de Busca e Salvamento.

A orientação passada é de que a responsabilidade é do proprietário/explorador verificar a correta codificação da baliza, assim como a comunicação de qualquer alteração de informação do registro, manutenção, substituição, transferência e exportação, por meio de um Formulário de Registro que, pode ser cadastrado no site INFOSAR clicando aqui ou acessando o site (link: http://infosar.decea.gov.br/)

Homenagem ao Comandante Dell'Aglio


Como tradição do curso, foi dada a possibilidade da escolha de um nome para a turma e a decisão foi unanime em homenagear o comandante Luiz Carlos Basson Dell'Aglio, que faleceu aos 64 anos em um acidente aéreo na edição de 2016 da Expo Aero Brasil, durante uma apresentação acrobática, a bordo da aeronave Extra 230 de matricula PT-ZUN.

“Nada mais justo do que homenagear o Dell dando o nome para uma turma tão grande quanto o coração dele” disse um dos alunos que apresentou a sugestão de homenagear o comandante. Além disso, estavam presentes na turma os Bombeiros e voluntários que trabalharam na EAB 2016 que estiveram presentes no dia do acidente. Aplausos selaram a homenagem e, no final do curso, foi feita uma emocionante homenagem final em vídeo ao CMTE Dell’Aglio com uma mensagem enviada pelo filho, Márcio Dell’Aglio, agradecendo a homenagem ao pai. 

Gratidão

"Militares da Força Aérea Brasileira e Exército Brasileiro reunidos".
Ao termino do curso, era nítido perceber o elo criado entre os novos membros integrantes da Família SAR com o espírito de Busca e Salvamento. A gratidão foi praticamente unânime e mesmo após o encerramento oficial do curso SAR 005 em Londrina, muitos permaneceram no auditório para eternizar a lembrança em fotografias ao lado dos instrutores e a agradecê-los pela oportunidade da edificação do conhecimento a respeito da atividade de Busca e Salvamento. 

FONTE: DECEA/SAR005
FOTOS: Luiz Carlos Porto. Fernando Torquato.


Homenagem e encerramento em vídeo
(Edição: 23/05/2017 - 09:00)


quinta-feira, 18 de maio de 2017

Contribuição do Leitor: Luís Rampazo - Combinação Horário de verão e RWY31

Mais uma contribuição do Luís Rampazo com fotografias feita no final das tardes do horário de verão, confira:

Embraer 195, matrícula PR-AYT, tocando a RWY31"

"Embraer 195, PR-AYT, após toque na RWY31"

"ATR 72-600, PR-ATH, tocando a RWY31"

"Cessna 525 CJ1, matrícula PR-EMX, tocando a RWY31"

"Citation Jet I, matrícula PR-EMX, após toque na RWY31"

"Boeing 737-800, PR-GGP, fritando borracha na RWY31"

"Embraer 195, matrícula PR-AYT, decolando da RWY13"

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Manhã nublada com sol entre nuvens

Uma condição interessante para fotos "dramáticas" com alto contraste é quando o sol "surge" entre nuvens. No primeiro Domingo do mês (07/05) essa condição foi responsável pelas belas fotografias a seguir:

"Embraer 712, Tupi, PT-VHV do Aeroclube de Londrina"

"Airbus A320, matrícula PR-MYY, na curta final da RWY13"

"Mais uma fotografia do PA28A, PT-VHV, do Aeroclube de Londrina"

"Airbus A320, PR-MYY no ponto de espera da RWY13 e o Tupi, PT-VHV, aguardando para ingresso no pátio principal"

terça-feira, 16 de maio de 2017

Contribuição do Leitor - Luís Rampazo - Voo Panorâmico

O Luís ganhou um voo panorâmico em Londrina e compartilhou conosco essas belíssimas fotografias feitas no dia, em solo e no ar a bordo do Cessna 150, PR-BLO, do Aeroclube de Londrina, confira:

"Aero Commander abandonado e doado ao Aeroclube de Londrina"

"Hangar do Aeroclube de Londrina"

"Pátio do Aeroclube de Londrina"

"Cessna 150L, PR-BLO, do Aeroclube de Londrina"

"Cessna 150L, PR-BLO, do Aeroclube de Londrina"

"Cessna 150L, PR-BLO, do Aeroclube de Londrina"

"Paintel do Cessna 150, PR-BLO, do Aeroclube de Londrina"

"PR-BLO alinhado na RWY13"

"Visião da empenagem do C150, PR-BLO"

"Sobrevoando o Estádio do Café"
"Sobrevoando o Estádio do Café"



"Sobrevoando Londrina"

"Sobrevoando Londrina"

"Sobrevoando o Shopping Catuai"

"Sobrevoando a área nobre de Londrina"

"Lago e Zona Sul de Londrina"

"Lago e Zona Sul de Londrina"

"BLO na final da RWY13"

"BLO na curta final da RWY13"

"Taxiando na pista de Londrina"

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Embraer 195, matrícula PR-AYV, "Bandeirão" em Londrina

No dia 07 de Maio o Embraer 195, matrícula PR-AYV, batizado como "Azul Brasil" conhecido também como "Bandeirão" visitou londrina no início da tarde no voo AZU5128 proveniente de Curitiba, confira as fotos:

"Embraer 195, matrícula PR-AYV, na curtíssima final da RWY13"

"Azul Brasil inciando pushback e acionamento no pátio de Londrina"

"Bandeirão taxiando para alinhamento na RWY13"

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Plane Spotting Especial - Dia do Trabalhador (01/05) - PARTE II

Dando continuidade as fotos feitas no Dia do Trabalhador... 

"Bonanza V35B, matrícula PT-DPW, na final da RWY13"
Após uma rápida pausa na "sessão" de fotos naquela manhã, veio para pouso um Bonanza V35B, matrícula PT-DPW, comum aqui em Londrina. 

"Cessna Grand Caravan, PP-AFP, sobre a cabeceira da pista 13"
Uma surpresa muito interessante e rara de ser fotografada aqui em Londrina foi o Cessna Grand Caravan C208B privado sem o Cargo Pod (Bagageiro externo). 

Outro ângulo do Cessna C208B, PP-AFP, sobre a cabeceira da RWY13"
Mais uma fotografia do Alpha Foxtrot Papa sobre a cabeceira da 13.

"Boeing 737-76N matrícula PR-VBN da GOL na final da RWY13"
Abrindo os registros no período da tarde quem apareceu foi o Papa Romeo - Victor Bravo November, um Boeing 737-76N da GOL que tem 18 anos de operação tendo passado pela famigerada companhia aérea argentina LAPA de 1998 a 2001, depois pela mexicana Lineas Aereas Azteca de 2001 a 2007, passando para a Varig e após reincorporado na frota da GOL em 2009. 

"Boeing 737-800, matrícula PR-GUY, com sticker Wi-Fi na barriga da aeronave"
Logo após o VBN, o Golf Uniforme Yankee, um Boeing 737-8EH de 4 anos de operação na GOL, com sticker na barriga da aeronave, indicando que a mesma disponibiliza internet Wi-Fi via satélite aos clientes, apareceu para pouso na pista 13. Uma curiosidade interessante sobre essa aeronave é que ela já foi disponibilizada em acordo operacional para a aérea holandesa Transavia, tendo o registro aeronáutico (matrícula) holandesa PH-GUY. 

"ATR 72-600, matrícula PR-ATW, da Azul Linhas Aéreas"
Com uma mudança rápida no tempo passando a ficar nublado, o ATR 72-600, Papa Romeu - Alpha Tango Whiskey, cumpriu o voo da Azul que vem de Viracopos no início da tarde. 

"King Air C90GTx em aproximação para a pista 13"
Outra bela aeronave a fazer uma aproximação logo após o pouso do ATW foi esse King Air C90GTx.

"King Air C90GTx na curtíssima final da RWY13"
Mais uma fotografia em um ângulo um pouco diferente da foto anterior. O tempo fechou mais ainda e já era possível ver alguns núcleos de precipitação passando no setor Whiskey (Oeste) do aeroporto.

"Embraer ERJ-195AR, matrícula PR-AUA, Canarinho Azul na curta final da RWY13"
Conforme dito na PARTE I dessa publicação, tivemos a visita de dois E195 com Livery (Pintura) Especial, o primeiro a pousar foi o Verão Azul, matrícula PR-AXH, e segundo o Canarinho Azul, matrícula PR-AUA, que pousou pela 13. 

"ATR 72-600, matrícula PR-ATW, no Ponto de Espera da RWY13"
Mais uma foto do "Horizonte Azul" taxiando para decolagem da pista 13, nota-se um pouco sujeira na parte traseira da fuselagem do AT72.

"Canarinho Azul no Ponte de Espera da RWY13"
Para finalizar a última foto daquele dia, o Papa Romeu - Alpha Uniforme Alpha no ponto de espera da pista 13 inciando o taxi para alinhamento na pista. 

Sessão finalizada, agradeço novamente aos amigos que estiveram presentes naquela manhã e início de tarde!