terça-feira, 25 de abril de 2017

#VoaCanarinho em Maringá

Detalhe do canário na parte traseira.
Na última sexta-feira (21), veio a Maringá a mais nova pintura especial da Gol, o PR-GUK. A aeronave adesivada com o tema ''Voa Canarinho'', em alusão à seleção brasileira de futebol, cumpriu os voos G31150/1155, vindo e indo à Congonhas, em São Paulo.


O dia não amanheceu bonito, logo após os pernoites decolarem ''baixou'' o nevoeiro na região, o que causou o fechamento do aeródromo por ao menos 1 hora. Mas, até o horário da chegada do voo 1150 já havia dissipado um pouco e a visibilidade já era boa, assim então, operando por instrumentos (IFR).


Após realizar o procedimento RNAV para a pista 28, exatamente às 8:30 local o GUK tocava o solo. 
Após o back-track na cabeceira 10, livrando na Alfa
No pátio a aeronave prosseguiu para a posição 3
Após alguns minutos, já como o voo G31155, chamou a torre solicitando o nível 370 para SBSP. Com vento de 180º e intensidade de torno de 5kt, a pista havia mudado para a 10 e a rota autorizada foi a comum para os voos para CGH: SID KOTEG 1A-BRU-UZ42-PUPSI-DCT.

Mais alguns minutos e o 1155 já solicitava o push-back.
Com POB de 141, o GUK iniciava o táxi pela Alfa (A).
Autorizada a decolagem, e às 9:13 o 1155 deixava o solo Maringaense. 




segunda-feira, 24 de abril de 2017

Manhã na cabeceira da 13 - Parte II

Dando continuidade a publicação com as fotografias feitas na manhã do dia 13/04, seguem as restantes...

"King Air C90GTi, matrícula PR-CCN, na curta final da 13"

"ATR 72-600, PR-AKF, na curta final da 13"

"Aero Boero AB115, PP-GMR, e o INVA dando "joinha" para nossas lentes"

"Cessna Citation CJI, matrícula PR-ARA, na curta final da 13"

"Cessna Caravan C208 ou C-98A da Força Aérea Brasileira no pátio de Londrina"

"Boeing 737-800, matrícula PR-GXB, na curta final da pista 13"

"Boeing 737-800, matrícula PR-GXC, na curta final da pista 13"

"ATR 72-600, matrícula PR-AKA, na curta Final da 13"
:]

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Manhã na cabeceira da 13 - Parte I

Pela primeira vez nos últimos 3 anos eu posso falar que relembrei do tempo em que as manhãs eram muito movimentadas no Aeroporto de Londrina. Na manhã do dia 13/04 foi possível registrar 13 aeronaves diferentes incluindo uma militar e por esse motivo essa publicação foi dividida em duas partes! Confira as fotografias:

"Boeing 737-700, matrícula PR-GEJ, na curta final da 13"

"Aero Boero AB115, matrícula PP-GMR, do Aeroclube de Londrina"

"Cessna 150, matrícula PR-BLO, do Aeroclube de Londrina"

"Airbus A319, PR-MYL, na curta final da 13"

"Piper Cheyenne PA-31T1, matrícula PT-OVB, Taxi Aéreo Abelha no ponto de espera da 13"

"Embraer 195, matrícula PR-AYQ, aguardando no Ponte de Espera da 13"
"Embraer Tupi do Aeroclube de Londrina aguardando para ingresso na pista 13"
"Cessna C208/C-98A, FAB2742, taxiando para o pátio de Londrina"
Até a Parte II!! :] 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

GOL Smiles em Londrina

O Boeing 737-809, matrícula PR-GIT, esteve hoje (19/04) no início da tarde em Londrina e surpreendeu a todos. O Golf India Tango é especial de várias maneiras, a primeira vista o que é fácil de notar é que ele está uniformizado em um esquema de pintura especial do programa de milhas Smiles, outra coisa facilmente notável é que ele não tem Winglets, aquela pontinha ou aba "dobrada" na ponta das asas com o logo da GOL, que servem para reduzir o arrasto induzido e consequentemente incrementar na economia de combustível. 

"Boeing 737-809, matrícula PR-GIT, na curta final da 13"
Outra diferença, que só é possível notar por quem está familiarizado com os motores da General Eletric modelo CFM 56-7B, é a diferença de empuxo desde modelo comparado a maioria das aeronaves da série "-800" na frota da GOL. Os motores dessa aeronave possuem um empuxo de 24.200 lbf (libra-força) em cada motor e os SFP da GOL possuem um motor mais robusto que dispõem de até 27.300 lbf de empuxo em cada motor, o que rendeu aos não-SFP o apelido de Chevette ou Chevettão por ser mais fraco. 

"Boeing 737-809, matrícula PR-GIT, taxiando para a posição de estacionamento"

Restaram apenas dois Boeing 737-800 do tipo voando, na GOL, o PR-GIT e PR-GIU, as aeronaves restantes saíram da frota, inclusive o PR-GIV que havia recebido a pintura no novo esquema da companhia.
"Boeing 737-809, matrícula PR-GIT, com pintura especial Smiles no ponto de espera da 13"

O PR-GIT, MSN#28403 LN#117, tem 18.6 anos de serviço e voou pela primeira vez em 15 de Setembro de 1998, sob matrícula N1786B da Boeing, após ele voou como:
  • 29/10/1998 - China Airlines - Matrícula: B-18602;
  • 20/07/2000 - Mandarin Airlines - Matrícula: B-18602;
  • 29/03/2001 - Pegasus Airlines - Matrícula: TC-APM;
  • 04/04/2001 - Khalifa Airways - Matrícula: TC-APM;
  • 01/03/2003 - Pegasus Airlines - Matrícula: TC-APM;
  • 07/08/2008 - GOL Trans. Aer. - Matrícula: PR-GIT.
"PR-GIT, na final da 13, registrado por Rodolfo Ricieri"

"PR-GIT taxiando para o pátio de Londrina, registrado por Anderson Oliveira"
 Ficamos na torcida para que o GIT volte a nos visitar mais vezes!

NOTA: As informações contidas nesta publicação são oriundas de fontes não oficiais, podendo conter alguma informação não compatível com a realidade por não termos acesso a documentos oficiais que comprovem as características oficiais do modelo da aeronave aqui abordada nesta publicação. Recebemos mensagens de leitores nos alertando e sugerindo correções, reiteramos a nossa seriedade com a qual procuramos repassar as informações e aproveitamos para agradecer aos leitores que entraram em contato para sugerir correções. 

terça-feira, 11 de abril de 2017

Primeiros registros de Abril

O mês iniciou com a Expo Londrina, que comumente ocorre na primeira semana de Abril, traz aeronaves diferentes com os empresários do ramo do agronegócio, porém nesse ano não registramos muitas novidades ou aeronaves diferentes. Foi na manhã do dia 03 que fui "a caça" dessas aeronaves, porém nenhuma aeronave executiva que já não tenha visto por aqui. Em compensação apareceu um dos Embraer 195 especiais da Azul, o PR-AYU "Senna Sempre" que ainda não havia fotografado.

"Cessna 152, PR-ISK, operada pelo Aeroclube de Londrina, em TGL"
Como sempre, ao chegar já fritei uma das aeronaves do Aeroclube de Londrina executando treinamento no SBLO, era o laranjinha C152 PR-ISK.

"Boeing 737-700, matrícula PR-GOW, maquina antiga da GOL e ex-Varig"
A primeira aeronave de linha aérea fotografada naquela manhã foi o PR-GOW "Variguiano" de nascença, com 18.3 anos de serviço, cheio de "cicatrizes" na fuselagem desgastada pelo tempo e, provavelmente, por já ter enfrentado pedras de gelo. Fiz uma pesquisa e descobri que o Golf Oscar Whiskey após os testes executados pela Boeing foi direto para a VARIG em 1998 voando como PP-VQD e em 2003 passou para a GOL. 
"Marcas e cicatrizes no nariz do PR-GOW'
Segue então uma foto mais aproximada para ilustrar bem a elegância que essas marcas provocam em uma aeronave que já tem carreira. Alguns podem achar feio, mas em minha opinião só enobrece a história da máquina. 

"Airbus A320, PT-MZI, da LATAM na curta final da 13"
Outra máquina que apareceu naquela manhã foi o Airbus A320, matrícula PT-MZI, também uma máquina de carreira com 16.9 anos de serviço único na TAM/LATAM. 

"Cessna 172 Skyhawk, PR-CFI, na taxiway Alpha aguardando para ingresso na RWY13"
A única aeronave de pequeno porte, inédita nos meus registros até então, foi um Cessna 172, matrícula PR-CFI, que decolou e logo regressou. 

"Cessna 172, matrícula PR-CFI, na curta para pouso completo em Londrina"
Um belo Cessna por sinal. 

"Embraer 195, PR-AYU, Senna Sempre na curta para pouso na 13"
Para acompanhar o pouso do "Senna" meu amigo Anderson veio fritar também a chegada desse Embraer que só por milagre aparece em nossas terras. O AYU chegou no horário e após fotografá-lo percebi que cometi alguns erros nas fotografias deixando a aeronave muito contrastada, superexposta e com um "glow" envolta da fuselagem, mas como dizem "o que vale é o registro, né?".

"King Air C90, PR-WZC, da UniAir em serviço Aeromédico da UNIMED"
Logo após o pouso do "Senna" um Kingão C90 surgiu entre as arvores e fiz esse único registro dele, algo curioso que não havia reparado antes, muito provavelmente, uma a antena de HF na aeronave (fio esticado na parte superior da aeronave até na ponta do estabilizador vertical).

"ATR 72-600, matrícula PR-TKJ, da AZUL na curta final da 13"

Não poderia deixar de registrar ele, né? O ATR 72-600, matrícula PR-TKJ, ex-TRIP e também inédito nos meus registros. 

"Baron 58, PT-LKM, taxiando para decolar da pista 13 em Londrina"
Após alguns minutos de inatividade, um Baron 58 solicitou ingresso no pátio e posterior decolagem de Londrina, era o PT-LKM com uma pintura bem bacana que me lembra aeronaves antigas. 

"Dassault Falcon 2000EX, PP-AMK, na taxiway Alpha em Londrina"
Um belíssimo registro de jato executivo para valer a "caça" daquela manhã foi o do Dassault Falcon 2000EX operado pela Global Taxi Aéreo e que sempre está em Londrina no pátio/hangar da American Taxi Aéreo. 

"Embraer 195, PR-AYU, Senna Sempre ingressando na Alpha"
Como a fotografia do pouso não ficou muito boa, resolvi registrar o AYU ingressando na taxiway Alpha para ingressar na pista 13 e decolar com destino a Cuiabá no voo AD/AZU 2478. Assim encerrei os registros naquela manhã.

;] 

sexta-feira, 31 de março de 2017

Movimento na última manhã de quarta-feira no mês de março

Olá leitores! Tudo bem com vocês?!

Realmente tenho estado animado em registrar o movimento pela manhã no aeroporto, só quem gosta mesmo desse hobby - meio maluco por sinal - entende como é o prazer de fotografar essas máquinas. É como eu disse a um amigo, faço por gosto, não por disputa de melhor foto ou passar raiva com sites que aceitam fotos de aviação com cada pixel editado em uma receita de prato francês, na verdade, há um bom tempo já não mando mais fotografias para esses sites, pois descobri o quanto eles podem lucrar com algo que você faz sem a intenção de monetizar o resultado final.

Acordei pela manhã inspirado em preencher meu álbum com fotografias inéditas das aeronaves de Linha Aérea que ainda estão voando pelas companhias, não que eu goste menos dos outros tipos de "aviação", mas desde pequeno a ideia de uma máquina que transportava muitas pessoas me atraia de uma forma que eu não conseguia explicar. Comecei a gostar de navios, fazia vários desenhos em papel, depois passei a gostar e sonhar em ser maquinista de locomotivas, motorista de ônibus e por fim  a paixão definitiva por aviões. Enfim, voltando ao foco, com as novas funções do aplicativo FlightRadar24, eu tenho uma previsão das aeronaves que irão operar em determinada data e como haviam várias que estavam faltando no álbum, arrumei minha mochila, coloquei meu chapéu de "pedreiro", protetor solar, óculos de sol e rumei em direção ao aeroporto.

Toda vez que vou nos arredores do aeroporto vivo um momento diferente, sempre histórias engraçadas e as vezes um pouco assustadoras. Atenção ao movimento é primordial, afinal o entorno do aeroporto de Londrina é perigoso, há muitos ilícitos em todas as áreas e há um risco real de sempre estarmos expostos a criminosos e pessoas mal-intencionadas. 

"Bonanza G36, matrícula PR-CTP, no ponto de espera da Uno Três em Londrina"

Ao chegar escutei uma aeronave monomotora a pistão e de som muito característico, logo, chutei mentalmente "deve ser um Bonanza" e ao olhar por cima do muro me deparei com essa belíssima máquina que pude registrar, um Bonanza G36, matrícula PR-CTP, que aguardava no ponto de espera a autorização para ingresso e decolagem na pista uno três. 

"Boeing 737-700, matrícula PR-VBX, da GOL ingressando na taxiway Alpha"

Logo após a decolagem do Bonanza, o Boeing 737-700 da GOL, matrícula PR-VBX, solicitou autorização para deixar o solo de Londrina e rumar para a capital paulista, pousando no famigerado Congonhas. O vento estava forte e vinha quase paralelamente no sentido da pista, dando para sentir aquele delicioso aroma de JET A-1, QUEROSENE!! Cheiro de motor a reação!! Foi então, mesmo com a luz ainda desfavorável nessa época do ano, registrei o ingresso do Victor Bravo X-Ray na Taxiway Alpha.

"Cessna 152, PR-ISK, na Alpha e o Boeing 737-700, PR-VBX, decolando da 13"

Na retaguarda do GOL vinha o Cessninha 152 que também exalava um cheiro muito característico ao fazer os check's pré-decolagem na Alpha, o aroma de AVGAS, ou melhor, o cheiro do chumbo na gasolina! O India Sierra Kilo é operado pelo Aeroclube de Londrina e, em minha opinião, é um dos mais belos Cessninhas que esse fantástico centro de formação já operou, porém o ISK ainda perde o posto para o PR-RIR que ficou pouco tempo voando por nossas bandas. Acima, consegui enquadrar o momento em que o 700 da GOL inciava a rolagem para decolar e o laranjinha menor aguardava autorização para ingressar na pista. 

"Embraer-712, ou PA28A, Tupi de matrícula PT-NZU, operado pelo Aeroclube de Itápolis"

Foi então que as aeronaves de "longe" começaram a chegar, já fazendo valer a pena ter pulado cedo da cama para alimentar o vício. Chegando de Itápolis o Tupi, PT-NZU, operado pelo Aeroclube de Itápolis. 

"Cessna 152, PR-ISK, na curtíssima para toque e arremetida"

O "iska" (como costumo chamá-lo) executando toque e arremetida na 13 enquanto o Airbus A319 da LATAM iniciava o procedimento para pouso em Londrina.

"Airbus A319, matrícula PT-TMA, LATAM na curtíssima para pouso na 13"

Estava ajustando o meu rádio quando vi as luzes de pouso e ouvi o som dos motores quando o Airbus A319, matrícula PT-TMA da LATAM surgiu "entre as árvores" no final da pista 13. Quase o perdi, ajustei a câmera e busquei o melhor quadro para registrá-lo.


"Bonanza V35B, matrícula PT-IKN, na curta para pouso na 13"

Após o pouso do Tango Mike Alpha, que executava o voo JJ3762, ouvi pelo rádio a autorização de pouso de mais uma aeronave pouco usual de ouvir a matrícula, "Papa Tango - India Kilo November, autorizado pouso pista 13, vento[...]" já me preparei para localizar a aeronave no viewfinder e descobrir quem era o IKN. E algo me dizia já conhecer essa máquina e imaginei novamente "deve ser um Bonanza", dito e feito, era um Bonanza V35B cauda "V"!! Ele veio em iddle até a curtíssima acelerando majestosamente que até deu para sentir a força do motor Continental IO-520B e seus 285 cavalos. 

"Cessna 152, matrícula PR-ISK, lutando contra o vento na curta final da RWY13"

O Cessna 152, PR-ISK, continuava sua instrução de toque e arremetida, lutando contra o vento que chegou a atingir um pico de 18 nós. 

"Aero Boero AB115, PP-GMR, do Aeroclube de Londrina"

Outra aeronave operada pelo Aeroclube de Londrina, que tem todo um ar clássico/polêmico do passado e toda uma história de formação de pilotos antigos é o Aero Boero AB115. Um dos poucos Boeros que restaram na frota do Aeroclube de Londrina, o PP-GMR registrado acima, em mais um voo de Instrução Aérea. 

"Diamond DA20-C1 Eclipse, matrícula PR-SAO, do Aeroclube de São Paulo"

Após uma breve pausa devido a redução do fluxo de aeronaves pousando e decolando em Londrina, ouvi pelo rádio uma matrícula diferente e que nunca tinha ouvido antes, "Controle Londrina o Papa Romeo - Sierra Alpha Oscar ingressando na perna do vento da pista 13", logo, outra aeronave de instrução que estava ingressando pelo circuito não-padrão foi solicitado pela torre que fizesse um Três Meia Zero - manobra de 360°- para aguardar o sequenciamento. A torre informou o tipo de aeronave, um Delta Victor Dois Zero (DV20) e logo concluí que se tratava de uma máquina que nunca havia registrado e desconhecia totalmente o tipo. Foi então que ela apareceu e lembrei da existência da mesma devido a fotos dos amigos que voaram nela, um Diamond DA20-C1 Eclipse do Aeroclube de São Paulo.

"Diamond do ACSP taxiando para o pátio da geral em Londrina"

Sem dúvidas uma belíssima aeronave! Muito elogiada pelos pilotos e fãs da aviação. Portanto, fiz questão de registrá-la mais de uma vez no solo de Londrina. 

"Embraer 195, PR-AYY, Azul Viagens na curta para pouso na 13"

Outra surpresa boa naquela manhã foi o Embraer 195, matrícula PR-AYY, da Azul com a livery "Azul Viagens" na qual já tive o prazer de voar e ter tido a melhor experiência em voo como passageiro de linha. O azulzinho cumpria o voo AZU/AD 2478 de Curitiba para Cuiabá com escala em Londrina. 

"Diamond do ACSP e seus tripulantes aguardando abastecimento no pátio de Londrina"
Mais uma vez voltei a lente para essa curiosa aeronave, o pessoal do Aeroclube de São Paulo aguardava junto ao fiscal de pátio o atendimento de solo no Aeroporto de Londrina.


"Embraer 195, PR-AYY e Airbus A319, PT-TMA juntos no pátio"

O tempo foi passando até que o Airbus A319, matrícula PT-TMA, solicitou pushback e acionamento no pátio de Londrina com destino a capital paulista, pousando em Congonhas. O AZU/AD 2478 que aguardava a movimentação da aeronave para ingresso em sua posição de estacionamento seguiu na retaguarda do LATAM. Nota-se dois homens da INFRAERO executando reparos nos auxílios de Londrina. 

"Embraer 195, PR-AYY, e o Esquilo AS350, PT-HND, no pátio do aeroporto de Londrina"

Como já era de se esperar, o Saúde, Esquilo AS350, matrícula PT-HND, do Paraná Urgências partiu para mais uma missão de transporte aeromédico. 

Tupi, PT-NUN, do Aeroclube de Itápolis

E mais uma surpresa, dose dupla de Itápolis! O trolador PT-NUN, mas pera aí, por que trolador? Essa aeronave apareceu no FlightRadar24 como um Cessna Grand Caravam, matrícula PT-MEN, muito estranho, mas era ele mesmo um Tupi com Mode-S?! Desconheço se procede, mas apareceu um C208 na final, Curioso. 

"ATR 72-600, PR-ATW, da Azul na curta para pouso na 13"

Para fechar o registro de pousos daquela manhã, apareceu o ATR 72-600, PR-ATW, da Azul que já registrei em vários aeroportos onde estive presente e por isso ele é um dos meus ATR's xodós. 

"Embraer 195, PR-AYY, no ponto de espera da 13"

No horário, o Azul Viagens seguiu taxi para decolar com destino a Cuiabá e na retaguarda o ATR 72-600 da Azul.

"King Air C90, PR-GMU, no ponto de espera nae Alpha" 

Já estava indo embora quando esse King Air C90, matrícula PR-GMU, pediu autorização para voar para Araçatuba no interior do noroeste paulista. Como é uma aeronave que sempre está por aqui em Londrina eu optei por registrá-lo. 

"Tupi, PT-VHV, do Aeroclube de Londrina no Ponto de Espera"

Claro que eu também não deixaria de registrar o nosso tupizinho do Aeroclube de Londrina inciando mais um voo de instrução e encerrando a minha sessão de plane spotting naquela última manhã de março. 

Espero que gostem das fotos, é sempre uma satisfação eternizar um momento ;)